Iran Galeria de Arte
(32) 3215.5540 Batista de Oliveira, 1008 - Centro - Juiz de Fora / MG Molduraria e Galeria de Arte

Heitor de Alencar


Natural de Sete Lagoas, MG, veio criança para Juiz de Fora, onde sua família se destacou nomeio artístico e cultural. Seu pai, Gilberto de Alencar e sua irmã, Cosete Alencar, foram jornalistas e escritores.Iniciou – se na arte como aprendiz de Ângelo Bigi, na execução de pintura decorativa para igrejas da região. O mesmo mestre, Bigi, o iniciou na pintura de cavalete, tendo, posteriormente, sido discípulo de Edson Motta e Ado Malagoli. Por influência desse último, sua pintura tornou – se mais livre e descontraída, definindo seu estilo.
 

Em 1934 foi um dos fundadores do Núcleo Antônio Parreiras e, em 1941, participou, ativamente, do movimento de reerguimento desse núcleo, o que deu origem à SBAAP.
 

Na primeira diretoria de nossa Sociedade, ocupou o cargo de maior hierarquia administrativa, o de vice-presidente, já que, então, o cargo de Presidente possuía caráter honorífico.
 

Até 1963 exerceu importantes funções na SBAAP, quer em suas diretorias, quer integrando o corpo de jurados do Salão Oficial Municipal, o que lhe valeu ser incluído, por seu mestre Ângelo Bigi, no retrato coletivo de membros da Sociedade (1952).
 

Entre 1939 e 1964 participou, ininterruptamente, do Salão Nacional de Belas Artes, onde foi agraciado com Medalha de Bronze.
 

Na SBAAP participou da “Exposição de Arte em Comemoração ao Centenário de Juiz de Fora” (1950), ocasião em que foi agraciado com prêmio aquisitivo (Prêmio César Turatti).
 

Integrou as exposições: “Artistas de Juiz de Fora” (Museu Nacional de Belas Artes – Rio – 1978) e “Mestres Pintores Juizforanos” (Reitoria – UFJF – 1982).

Tendo se aposentado como funcionário público municipal, foi lembrado pelo governo Saulo Moreira que, em 1975, promoveu uma retrospectiva de sua obra, juntamente com a de seu amigo, o pintor Carlos Gonçalves.
 

Obras de Heitor de Alencar



Heitor de Alencar
46x54 cm


Heitor de Alencar
41x54 cm