Iran Galeria de Arte
(32) 3215.5540 Batista de Oliveira, 1008 - Centro - Juiz de Fora / MG Molduraria e Galeria de Arte

Clério Pereira de Souza

“Pimpinela”


Clério Pereira de Souza nasceu em Belo Horizonte em 1917 e faleceu em 1985, o ex-pintor de paredes revelou-se dono de versatilidade técnica e estética em suas manifestações artísticas. Iniciou-se nas artes plásticas em 1948 como autodidata. Em 1952 ingressou na Sociedade de Belas Artes Antônio Parreiras por influência de Sílvio Aragão. Folião conhecido na cidade, onde ganhou o apelido "Pimpinela", Clério foi, por 28 anos, Rei Momo dos Carnavais juizforanos. Foi responsável pela decoração da Avenida Rio Branco no carnaval de rua de 1979.
 

Desportista, também foi jogador profissional de futebol. Herdeiro da consagrada escola pictórica de Juiz de Fora, Clério aproveitou-se da vista da região para sua pintura. Levado por Sílvio Ribeiro Aragão para a Sociedade de Belas Artes Antônio Parreiras, apenas três décadas depois de participar de exposições coletivas fez sua primeira exposição individual, em 1979. Dizia ter se aprimorado vendo trabalhos de Carlos Gonçalves, Heitor de Alencar, Ângelo Bigi e Américo Rodrigues, que também pertenceram à Sociedade de Belas Artes Antônio Parreiras, mas não se considerava influenciado por nenhum dos antigos pintores em particular. Sua obra pode ser dividida em pelo menos duas fases bem distintas. A primeira, mais acadêmica, com influência impressionista, e a segunda, a partir de 1979, de caráter mais expressionista. Nessa última fase, substituiu o pincel pela espátula, como principal ferramenta de trabalho. Foi homenageado em 1961, com o título de Sócio Benemérito da SBAAP, em 1976 tornou-se Cidadão Honorário de Juiz de Fora e, em 1981, recebeu da municipalidade a Comenda Henrique Halfeld.
 

Obras de Clério “Pimpinela”



Clério Pereira "Pimpinela"
34x45 cm